Posts tagged "Porto Alegre"

Compilação inacabada de Nomes curiosos, ∞ H ∞

Salve!

Esta é a oitava de uma série de postagens em Extra!, dedicadas a desenterrar alguns nomes encontrados no Garimpo. Navegue pela página principal – Nomes curiosos de A a Z, ou use a barra de navegação no menu lateral.

Mas primeiro, inicio com este

∞ Aviso aos navegantes ∞

Eu, tu, eles jamais pretendeu ofender. É possível que um nome que pertença a algum ente muito querido de algum leitor tenha-me parecido divertido por um ou outro motivo. Alguns nomes são descritos com uma pitada de bom-humor, outros com alguma dose de estupefação que a nada se deve, senão à minha ignorância : )

Por favor, respirem, relaxem e relevem!

~ Grata pela compreensão

• • • ♦ • • •

Para ⇑ ∞ G ∞ ⇑

• • • ♦ • • •

∞ H ∞

∞ Heluza ∞
Screen Shot 2016-05-15 at 18.35.01

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1912.

∞ Helvina ∞
Screen Shot 2016-05-15 at 18.38.17

Link – clique aqui

Belém Velho, Porto Alegre, 1875.

∞ Hilário ∞
Screen Shot 2016-05-15 at 18.40.27

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1914.
Espero que não seja só eu quem não consegue evitar de pensar neste emoji quando vê o nome:

MORRI!

MORRI!

∞ Homero ∞
Screen Shot 2016-05-15 at 18.52.34

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1914. Impossível não pensar em uma odisséia.

0-a-odisseia

Ilustração para a Odisséia de Homero. Encontrada em Livros-Digitais.com.

∞ Honor ∞
Screen Shot 2016-05-15 at 20.06.08

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1895.

Encontrado sem muita frequência, Honor aparece também em nomes compostos, às vezes hifenado, como por exemplo em Cláudio-Honor (ou Claudionor, simplesmesnte). O Honor deste registro de casamento tem como sobrenome um nome que é também próprio: Camilo.

∞ Horácio ∞

 

Screen Shot 2016-05-15 at 20.11.37

Link – clique aqui

Quem mais pensou, levanta a mão:

jiojioio

O Horácio da Turma da Mônica, de Maurício de Sousa.
Imagem encontrada em Rika.com.br.
∞ Hormira ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Hormira seja talvez o mais incomum dos nomes terminados em -mira do meu repertório, como Belmira, Palmira, Zulmira e Ramira, entre outros.
Porto Alegre, 1913.

∞ Hygino ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

São Borja, 1873.

• • • ♦ • • •

Para ⇓ ∞ I ∞ ⇓

• • • ♦ • • •

E para encerrar, um

∞ Segundo aviso aos navegantes ∞

As compilações estão em constante crescimento e sujeitas a alterações sem aviso prévio.

— ∞ —

monogramas

Att,

helga~Helga.

Compilação inacabada de Nomes curiosos, ∞ G ∞

Salve!

Esta é a sétima de uma série de postagens em Extra!, dedicadas a desenterrar alguns nomes encontrados no Garimpo. Navegue pela página principal – Nomes curiosos de A a Z, ou use a barra de navegação no menu lateral.

Mas primeiro, inicio com este

∞ Aviso aos navegantes ∞

Eu, tu, eles jamais pretendeu ofender. É possível que um nome que pertença a algum ente muito querido de algum leitor tenha-me parecido divertido por um ou outro motivo. Alguns nomes são descritos com uma pitada de bom-humor, outros com alguma dose de estupefação que a nada se deve, senão à minha ignorância : )

Por favor, respirem, relaxem e relevem!

~ Grata pela compreensão

• • • ♦ • • •

Para ⇑ ∞ F ∞ ⇑

• • • ♦ • • •

∞ G ∞

∞ Galdino ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Casou-se em Porto Alegre, 1896.

∞ Garibaldi ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Com altíssima probabilidade de ter-se inspirado no célebreGiuseppe Garibaldi.
São Borja, 1877.

Giuseppe Garibaldi, 1866. Wikimedia Commons.

∞ Gasparina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Feminino de Gaspar, pouco utilizado. Porto Alegre, 1912.

∞ Gersumina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Raro!Belém Velho, Porto Alegre, 1859.

∞ Gaudêncio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Logo pensei emGaudêncio Sete Luas. Encruzilhada do Sul, 1884.

vinil-compacto-cantos-de-gaudencio-7-luas

Cantos de Gaudêncio 7 Luas. Via MercadoLivre.com.br.

∞ Godofredo ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Acho que nunca foi um nome bem popular, mas está cada vez mais em desuso. Este
Godofredo Casou-se em Porto Alegre, em 1898.

∞ Godinho ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Um nome quase esquecido. Porto Alegre, 1876.

• • • ♦ • • •

Para ⇓ ∞ H ∞ ⇓

• • • ♦ • • •

E para encerrar, um

∞ Segundo aviso aos navegantes ∞

As compilações estão em constante crescimento e sujeitas a alterações sem aviso prévio.

— ∞ —

monogramas

Att,

helga~Helga.

Compilação inacabada de Nomes curiosos, ∞ F ∞

Salve!

Esta é a sexta de uma série de postagens em Extra!, dedicadas a desenterrar alguns nomes encontrados no Garimpo. Navegue pela página principal – Nomes curiosos de A a Z, ou use a barra de navegação no menu lateral.

Mas primeiro, inicio com este

∞ Aviso aos navegantes ∞

Eu, tu, eles jamais pretendeu ofender. É possível que um nome que pertença a algum ente muito querido de algum leitor tenha-me parecido divertido por um ou outro motivo. Alguns nomes são descritos com uma pitada de bom-humor, outros com alguma dose de estupefação que a nada se deve, senão à minha ignorância : )

Por favor, respirem, relaxem e relevem!

~ Grata pela compreensão

• • • ♦ • • •

Para ⇑ ∞ E ∞ ⇑

• • • ♦ • • •

∞ F ∞

∞ Felicidade Perpétua ∞

O nome dela era Felicidade Perpétua do Nascimento. Ou esta mulher estava predestinada à felicidade eterna desde que nasceu, ou teve que rir do próprio nome. Casada em São Miguel, Biguaçu, Santa Catarina, em 1812.

link

Link – clique aqui

∞ Felício ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Catedral de Porto Alegre, 1912.

A Felícia do Looney Tunes dispensa apresentações e tem várias xarás, em várias épocas. Já o nome Felício,na sua versão masculina, é encontrado mais raramente. Este nome próprio aparece também como sobrenome, como exemplifica o jogador de basquete mineiro Cristiano Felício:

legenda

Conhecido pelo sobrenome, Felício atualmente joga no Chicago Bulls e NBA. Foto: data e autor desconhecidos, encontrada em PousoAlegre.net.

∞ Felisberto ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Felisberto é mias um nome terminado em -berto que caiu na obscuridade, como Adalberto e Dagoberto, entre outros. Este é de Porto Alegre, 1877.

∞ Filandro ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

São Borja, 1872.

∞ Fileto ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Fileto? Sim, isso mesmo. Fileto. São Borja, 1872.

∞ Florentino ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Florentina já é um nome pouco usado atualmente, e a versão masculina me parece bem perdida no esquecimento. Este Florentino foi um soldado paulista falecido aos 24 anos em 1819, Porto Alegre.

∞ Floresbela ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Um nome bonito para uma história triste: Floresbella, exposta, faleceu aos 15 dias.
Porto Alegre, 1819.

∞ Florina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Florina foi o nome de uma pequena escrava batizada em Belém Velho, Porto Alegre, 1871 – menos comum outros derivados de Flor, como Florinda e Florisbela, por exemplo.

∞ Franklin ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Não me surpreenderia o estrangeirismo se não fosse pela data – 1873, São Borja.

∞ Franquelino ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Uma versão aportuguesada do nome acima. 1871, Belém Velho, Porto Alegre.

∞ Frontino ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Frontino? OK! Porque não? 1898, Arrabalde de Belém Velho, Porto Alegre.

∞ Fructuoso ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Nome antigo com o qual já cruzei várias vezes. Este é de São Borja, 1873.

• • • ♦ • • •

Para ⇓ ∞ G ∞ ⇓

• • • ♦ • • •

E para encerrar, um

∞ Segundo aviso aos navegantes ∞

As compilações estão em constante crescimento e sujeitas a alterações sem aviso prévio.

— ∞ —

monogramas

Att,

helga~Helga.

Torta Mousse & Maria de Lúcia Pilla Cauduro

Salve!!

Esta lendária torta de bolachas – sim, bolachas! – é a primeira da categoria Quitutes de Família.

IMG_7771

Assim como a foto acima, todas as fotos deste post são de autoria da Helga — esta que vos escreve.

Esta é uma receita inventada pela sogra da minha sogra, a maravilhosa Dona Lúcia. É uma grande favorita do meu marido, daqueles doces memoráveis. A Dona Lúcia nos deixou em 2007, e todos sabemos que a verdadeira torta de bolachas jamais será feita novamente; mesmo assim, aqui tentou a Helga da melhor forma que pôde reproduzir a receita, a fim de que as minhas filhotas não deixem de ter pelo menos uma noção do sabor original.

♦ E eu Adoro essa receita! ♦

Com seus detalhes tão queridos – prato “Marinex” grande, chocolate em pó “do fradinho” e a simplicidade descritiva que evidencia a facilidade de fazer.

Alguns comentários: A idéia da travessa de vidro é exibir as camadinhas. A característica marcante da torta é que as bolachas não ficam moles. A decoração original era feita com um pouco das claras em neve adoçadas(1), com cone de confeiteiro, em picos distribuídos uniformemente pela travessa, sobre a última camada de cobertura.

Segue a receita oficial:
Torta de Bolachas

Para um prato Marinex grande (2)

Ingredientes (3)

  • 5 ovos
  • 250g açúcar
  • 180g chocolate em pó (do fradinho) (4)
  • 200g manteiga sem sal
  • 400g bolacha Maria (5)

IMG_7744 IMG_7745

Modo de fazer

  • Bater bem as claras em neve. Acrescentar as gemas e o açúcar aos poucos batendo em velocidade baixa.

IMG_7749

  • Derreter a manteiga no micro.(6) Juntar o chocolate na manteiga. Acrescentar aos poucos esta mistura nas claras em neve, fora da batedeira, mexendo levemente para não baixar o volume das claras.

IMG_7751 IMG_7754

  • Fazer as camadas com as bolachas.

IMG_7755 IMG_7756 IMG_7758 IMG_7759 IMG_7760

  • Levar ao refrigerador tapando com papel alumí­nio.

IMG_7761IMG_7766 IMG_7765 IMG_7767

Minha versão:

(1) Usei merenguinhos direto do pacote.

IMG_7771 IMG_7770

(2) Eu não tenho! Improvisei um recipiente com papel alumínio mesmo.

(3) Fiz meia receita, usando 3 ovos médios.

(4) Não tenho chocolate do fradinho por perto, e o cacau em pó que usei tem um sabor bem diferente, muito menos doce.

(5) Usei a bolacha mais parecida que encontrei por aqui, a Butterkeks – no caso, a Leibniz, talvez a mais tradicional desse tipo.

(6) Eu usei a boa e velha panela no fogo, tudo certo.

O Veredito:

Alguma coisa na Leibniz deve ser muito diferente da bolacha Maria – apesar do gosto ser muito similar. A torta original tinha as camadas de recheio bem mais grossas, e apenas umas três ou quatro camadas de bolachas.

O cacau em pó não proporciona um resultado nem um pouco similar ao chocolate do fradinho com o qual a receita foi inventada. Algum ajuste precisaria ser feito numa próxima tentativa, como adicionar açúcar ou usar chocolate ao leite derretido junto com a manteiga.

É claro que o resultado foi uma vaga lembrança do doce original – mas foi feito com capricho!

♥ Deixou saudades ♥

Att,

helga~Helga.

Compilação inacabada de Nomes curiosos, ∞ E ∞

Salve!

Esta é a quinta de uma série de postagens em Extra!, dedicadas a desenterrar alguns nomes encontrados no Garimpo. Navegue pela página principal – Nomes curiosos de A a Z, ou use a barra de navegação no menu lateral.

Mas primeiro, inicio com este

∞ Aviso aos navegantes ∞

Eu, tu, eles jamais pretendeu ofender. É possível que um nome que pertença a algum ente muito querido de algum leitor tenha-me parecido divertido por um ou outro motivo. Alguns nomes são descritos com uma pitada de bom-humor, outros com alguma dose de estupefação que a nada se deve, senão à minha ignorância : )

Por favor, respirem, relaxem e relevem!

~ Grata pela compreensão

• • • ♦ • • •

Para ⇑ ∞ D ∞ ⇑

• • • ♦ • • •

E

∞ E ∞

∞ Ecila ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1913.

∞ Egydio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

É impressão minha, ou tinha um Seu Egídio em alguma novela das 8 nos anos 90?
Porto Alegre, 1914.

∞ Eladio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Não conhecia este nome, Eládio. Por algum motivo (deve ser sexismo) parece para mim um nome que ficaria melhor no feminino: Eládia. Já imagino um Eládio cheio de personalidade, super simpático. Porto Alegre, 1913.

∞ Eleucádio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Eleucádio, simplesmente. Incorpora elementos de dois nomes dos quais aprendi a gostar – porque comparecem nas minha genealogias – e eles são Eleutério, e Leocádia.
Batismo em Porto Alegre, 1857.

∞ Eloah ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1914. Acho bonito! E em 1914 apareceram várias Eloahs ou Eloás. Esse nome me parece moderno, pronto para uma reaparição.

∞ Elpídio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Acho que o seu Elpídio só podia ser compadre do seu Alípio. Elpídio é um nome curioso que foi bem mais comum há uns cem anos, e agora me parece praticamente em desuso. Porto Alegre, 1913.

∞ Emérita Izabel ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Emérita Izabel. Adorei! Porto Alegre, 1912.

∞ Enedina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1913.

∞ Epifânio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Quase tive uma epifania. São Borja, 1872.

∞ Eponina ∞
link

Link – clique aqui

Achei simpático! Porto Alegre, 1871.

∞ Erotides ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

São Borja, 1872.

∞ Escolástico ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Uma referência direta ao Escolasticismo. Porto Alegre, 1914.

∞ Estácio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Estácio faz lembrar imediatamente de Rio de Janeiro e Carnaval. Estácio de Sá, fundador da cidade em 1565, empresta seu nome nome também a um bairro, uma escola de samba e uma universidade com direito a time de futebol.
Porto Alegre, 1895.

Partida de Estácio de Sá (rumo à fundação do Rio de Janeiro). Pintura de Benedito Calixto.

Partida de Estácio de Sá (rumo à fundação do Rio de Janeiro). Pintura de Benedito Calixto.

∞ Estanislao ∞
link

Link – clique aqui

Gostei da grafia em português deste nome eslavo, creio. Só tinha conhecido o nome com a grafia original, no pseudônimo do escritor Stanislaw Ponte Preta. Porto Alegre, 1911.

∞ Estelita ∞
LInk - clique aqui

Link – clique aqui

Peculiar e charmoso, Estelita. Porto Alegre, 1913.

∞ Estrugilda ∞
link

Link – clique aqui

Nome que me lembra muito Astrogildo, mas me parece bem mais incomum. Estrugilda, que infelizmente não nasceu em liberdade, foi batizada em Porto Alegre, 1846.

∞ Etelvina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Etelvina e Itelvina eram nomes mais comuns do que eu poderia imaginar nesta época. Porto Alegre, 1870.

∞ Eufrázio ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1876.

∞ Eulina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1876

∞ Euráclides ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1913.

∞ Euscalina ∞
Link - clique aqui

Link – clique aqui

Porto Alegre, 1910.

• • • ♦ • • •

Para ⇓ ∞ F ∞ ⇓

• • • ♦ • • •

E para encerrar, um

∞ Segundo aviso aos navegantes ∞

As compilações estão em constante crescimento e sujeitas a alterações sem aviso prévio.

— ∞ —

monogramas

 

Att,

helga~Helga.