Salve!!

Esta lendária torta de bolachas – sim, bolachas! – é a primeira da categoria Quitutes de Família.

IMG_7771

Assim como a foto acima, todas as fotos deste post são de autoria da Helga — esta que vos escreve.

Esta é uma receita inventada pela sogra da minha sogra, a maravilhosa Dona Lúcia. É uma grande favorita do meu marido, daqueles doces memoráveis. A Dona Lúcia nos deixou em 2007, e todos sabemos que a verdadeira torta de bolachas jamais será feita novamente; mesmo assim, aqui tentou a Helga da melhor forma que pôde reproduzir a receita, a fim de que as minhas filhotas não deixem de ter pelo menos uma noção do sabor original.

♦ E eu Adoro essa receita! ♦

Com seus detalhes tão queridos – prato “Marinex” grande, chocolate em pó “do fradinho” e a simplicidade descritiva que evidencia a facilidade de fazer.

Alguns comentários: A idéia da travessa de vidro é exibir as camadinhas. A característica marcante da torta é que as bolachas não ficam moles. A decoração original era feita com um pouco das claras em neve adoçadas(1), com cone de confeiteiro, em picos distribuídos uniformemente pela travessa, sobre a última camada de cobertura.

Segue a receita oficial:
Torta de Bolachas

Para um prato Marinex grande (2)

Ingredientes (3)

  • 5 ovos
  • 250g açúcar
  • 180g chocolate em pó (do fradinho) (4)
  • 200g manteiga sem sal
  • 400g bolacha Maria (5)

IMG_7744 IMG_7745

Modo de fazer

  • Bater bem as claras em neve. Acrescentar as gemas e o açúcar aos poucos batendo em velocidade baixa.

IMG_7749

  • Derreter a manteiga no micro.(6) Juntar o chocolate na manteiga. Acrescentar aos poucos esta mistura nas claras em neve, fora da batedeira, mexendo levemente para não baixar o volume das claras.

IMG_7751 IMG_7754

  • Fazer as camadas com as bolachas.

IMG_7755 IMG_7756 IMG_7758  IMG_7759 IMG_7760

  • Levar ao refrigerador tapando com papel alumí­nio.

IMG_7761IMG_7766 IMG_7765 IMG_7767

Minha versão:

(1) Usei merenguinhos direto do pacote.

IMG_7771 IMG_7770

(2) Eu não tenho! Improvisei um recipiente com papel alumínio mesmo.

(3) Fiz meia receita, usando 3 ovos médios.

(4) Não tenho chocolate do fradinho por perto, e o cacau em pó que usei tem um sabor bem diferente, muito menos doce.

(5) Usei a bolacha mais parecida que encontrei por aqui, a Butterkeks – no caso, a Leibniz, talvez a mais tradicional desse tipo.

(6) Eu usei a boa e velha panela no fogo, tudo certo.

O Veredito:

Alguma coisa na Leibniz deve ser muito diferente da bolacha Maria – apesar do gosto ser muito similar. A torta original tinha as camadas de recheio bem mais grossas, e apenas umas três ou quatro camadas de bolachas.

O cacau em pó não proporciona um resultado nem um pouco similar ao chocolate do fradinho com o qual a receita foi inventada. Algum ajuste precisaria ser feito numa próxima tentativa, como adicionar açúcar ou usar chocolate ao leite derretido junto com a manteiga.

É claro que o resultado foi uma vaga lembrança do doce original – mas foi feito com capricho!

♥ Deixou saudades ♥

Att,

helga~Helga.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.